Category Archives: AMAP

Um poema sobre o Monte Mimo …

O video que se segue surgiu da motivação¥emoção da Raquel Dabarra, uma das pessoas que integra a Amap Sado como consumidora e produtora de pão….

No dia 10 de Junho celebrámos a Amap com uma ajudada, recolha dos cabazes e  jantar…  estas imagens foram recolhidas nesse dia…

A música é da Mariana Root…

Agradecidos estamos a todas as pessoas que… poesíam a vida!!!!

Deixe um comentário

Filed under AMAP, Regenerar, Soberania Alimentar, Todos os artigos

Começou um novo ciclo na vida do Monte Mimo…como produtor de horticolas para AMAPs!

Em Dezembro 2018 fui apoiar o parto da Rede Nacional de AMAP | CSA (comunidades que apoiam a agricultura). Podem ler mais sobre essa reunião no Jornal Mapa N#22 “Nasce uma rede de grupos de consumo agroecológico em Portugal”!

Inspirada pelo que vi e ouvi, e desafiada por alguns dos membros da Rede das 7 AMAPs em Portugal, nomeada REGENERAR, no Monte Mimo começámos a sonhar sobre também nós sermos os produtores de hortícolas para uma comunidade de pessoas que estivesse disposta a apoiar o nosso modo de regeneração/ produção.

Aconteceu que veio cá ter uma woofer que nos últimos 3 anos tinha estado a produzir para uma AMAP na Alemanha. Algumas conversas, planeamento e muito trabalho na horta e o nosso sonho estava pronto a ser apresentado.

Surge a ideia de fazer uma apresentação sobre o que sustenta a necessidade de criar AMAPs, lançando a pergunta – A nossa acção na dinâmica PRODUÇÃO | CONSUMO pode ser benéfica para toda a Comunidade? Podem ouvirna Rádio Internacional de Odemira a gravação da apresentação no programa: Café Sudoeste com o nome Agricultura de Próximidade

Nesse dia o propósito era que mais e mais pessoas se sentissem inspiradas pelas AMAPs… para que AMAPs apareçam como cogumelos aqui e ali! Anunciamos que estávamos preparados para sermos os produtores de hortícolas de uma AMAP e convidamos a quem estivesse interessado a estar presente no dia 25 de Abril no Monte Mimo.

Juntámo-nos 20 pessoas e 6 crianças no dia 25 de Abril, para concretizar esta AMAP e em conjunto encontrar a forma de nos organizarmos e agirmos, a maior parte dos presentes eram pessoas curiosas que quiseram observar o que se estava a criar. Nesse dia foi fundamental a presença da Maria Rute como facilitadora, utilizando a Sociocracia como ferramenta para articular e apoiar a co-criação.

Desde então estamos a trabalhar com dois grupos: AMAP Alvalade e AMAP Sado. Maio foi experimental, adaptando-nos à nova realidade. Agora as recolhas dos cabazes acontecem à terça-feira: para a AMAP Sado, na casa da Rosa e da Raquel (produtoras de pão e queijo de cabra) entre as 16h e as 17.30h e para a AMAP Alvalade, no Monte Mimo entre as 18h e as 19h. No total são 10 partilhas (cabazes que recebem o que está pronto a ser apanhado da horta), com o compromisso por parte dos produtores de termos bens alimentares e por parte dos co-produtores (consumidores que partilham os riscos e a abundância da produção) de recolher os seus cabazes, entre os meses Junho a Outubro.

É transformadora esta iniciativa, fazer parte de uma AMAP como produtores de hortícolas e , partilhar o que temos da horta faz com que de facto vejamos o que a terra nos dá como um bem, um bem neste caso alimentar… que ao mesmo tempo alimenta uma série de relações humanas a que podemos começar a chamar comunidade… a que apoia a agricultura!

Podemos ainda aumentar até 15 partilhas, por isso se queres podes experimentar por 2 semanas sem o compromisso, e depois quizá quizá quizá… comunica para: mimo@ecobytes.net

E já sabes que se queres vir apoiar o Monte Mimo dando as tuas mãos ao manifesto são mais do que bem vindas!!! Comunicaaaaaaaaaaaaaaaa!!!

Deixe um comentário

Filed under AMAP, Soberania Alimentar, Todos os artigos

Festejar?

Num momento, como o que agora vivemos, por todo o Mundo a pergunta faz sentido!

Somos parte desta Natureza… como nos damos tanto à guerra, à depredação dos bens comuns, à ignorância? Sim, nós que somos a humanidade, seres que somos humanos não podemos ser tão vazios…  O que nos está a faltar??? Amor? Calor? Sabor? Falta sentirmo-nos apoiados?

YANOMAMI POUND LEAVES FOR TIMBÓ, DEMINI, BRAZIL

YANOMAMI POUND LEAVES FOR TIMBÓ, DEMINI, BRAZIL

Sinto como se a humanidade estivesse cada vez mais orfã de humanidade, poderá ser? Que estivéssemos cada vez mais longe deste ventre familiar de aconchego e de conforto, de confiança e de carinho, de solidariedade e de empatia… Será por quê?

Feliz Natal! Feliz Nascimento… Celebrar o nascimento de humanidade é o que proponho! E a prenda para cada um de nós seja descobrir a humanidade cá dentro, e que a tornemos visivél em actos de autodeterminação!!!

Vamos viver em comunidade, mas realmente viver e que esse viver promova o bem comum, o bem viver, apoiando-nos, sentindo-nos …Quero crescer e ser livre de viver e de realmente viver neste mundo em confiança, em carinho, em abundância!wordpressE quando nos disserem que não nos podemos manifestar porque estamos em estado de emergência, como acontece actualmente em França, bora lá desobedecer, com amor e compaixão!

E celebro estas marchas que aconteceram dia 29 de Novembro, contra as Alterações Climáticas, contra à conferência onde já não vemos esperança “COP-21” que irá decorrer em Paris durante esta semana…

E celebro o Dia Sem Compras que contrapondo o Black Friday… nos faz relembrar da estupidificação em massa que está a acontecer com esta coisa do materialismo/capitalismo…

E celebro o 1º Encontro Nacional de AMAP que aconteceu no Porto, onde se reuniram pessoas, seres activos, com vontade de criar alternativas que pelo tamanho do nosso braço vão criando um mundo mais justo, mais solidário, mais sustentável!

amap1

E com estas e outras celebrações vamos caminhando rumo ao mundo que queremos viver, passando a palavra:  falando sobre elas no autocarro, na segurança social, na escola, no centro social…

Parabéns … A humanidade em Nós floresce!

 

Deixe um comentário

Filed under AMAP, Eventos, Soberania Alimentar, Todos os artigos

Pela Construção de Alternativas em Auto-Gestão!

stoottip

Porque o TRATADO TRANSATLÂNTICO DE COMÉRCIO E INVESTIMENTO (TTIP) não interessa nem ao Pai Natal nem ao Menino Jesus!!! Muito menos aos proutores e consumidores do mundo em que queremos viver!!!

“Queremos impedir o TTIP e o CETA porque contêm vários aspetos sensíveis, como, por exemplo, a resolução de litígios entre estados e investidores e as normas para a cooperação legislativa, que constituem uma ameaça para a democracia e a função do direito. Queremos impedir que os nossos elevados padrões de emprego, sociais, ambientais, de privacidade e de proteção do consumidor sejam baixados e que serviços públicos (tais como o aprovisionamento de água) e bens culturais sejam liberalizados em negociações pouco transparentes. A ICE apoia uma política de comércio e investimento alternativa na UE.” Plataforma Stop TTIP!!!

https://www.nao-ao-ttip.pt/ informa-te e assina a petição, eu já assinei!

Além de aproveitar a oportunidade de te satisfazeres com assinatura numa petição online, tomando conhecimento e dando a conhecer esta aberração da criação humana, podes aproveitar para conhecer a iniciativa informal de produtores/consumidores – ReCo – Rede Cooperar – http://www.redecooperar.blogspot.com.

O Monte Mimo acredita que a auto-gestão de nós como seres produtores e consumidores é o que pode alterar a balança e dar o peso de decisão a quem realmente interessa – nós os pequenos produtores/consumidores!

 

Deixe um comentário

Filed under AMAP, Soberania Alimentar, Todos os artigos